Banner top right
Oferecimento
  • :
  • :

Notícias

Publicada em 09/11/2016 ás 10:00:00

Show de Leoni em Aracaju, acontece nesta quinta-feira

Retornando a Aracaju, o cantor e compositor Leoni, vem apresentar o seu novo show, intitulado de “Multiversos” que mistura música, poesia e projeções.

No repertório estão as suas canções que dialogam com os poemas e os assuntos escolhidos: sofrimento, fracasso, amor, desejo, sexo e celebração. O compositor inclui ainda três canções inéditas, sendo uma em parceria com Cazuza (Tocha acesa), uma versão que fez para “Cadaver Exquisito” de Fito Paez e covers de Raul Seixas, Caetano Veloso, Skank, Sérgio Sampaio, Roberto Carlos e Paralamas do Sucesso.
 
Na tela, seus amigos (Ana Beatriz Nogueira, Gustavo Madeira, Frejat, Paulinho Moska, Luciana Fregolente, Paulo Miklos e Zélia Duncan) leem poemas de autores contemporâneos brasileiros como Ana Martins Marques, Antonio Cicero, Fabiano Calixto e Eucanaã Ferraz. Trazendo a poesia contemporânea do Olimpo dos iniciados para o dia-a-dia, para um show de música pop, ganha o público, que descobre esse tesouro escondido a céu aberto e ganha a poesia, que encontra outra plataforma além da página do livro para se mostrar ao público. Os muitos universos descortinados pela arte, tão mais ricos que nosso cotidiano de obrigações, crise e neo-caretismo, são o foco desse espetáculo.
 
 
Apesar de ser um show de violão e voz, Leoni não está sozinho, está em casa, conversando com esses poetas e compositores, e convida o público para o bate-papo. As imagens de Carolina Warchavsky ajudam a criar o ambiente para que esses multiversos se materializem. A direção fica por conta de Luciana Fregolente e Carolina Warchavsky, o roteiro é de Leoni e Eucanaã Ferraz e a iluminação é de Adriana Milhomem.
 
"Só mesmo alguém como o Leoni – fabricante inquieto e incessante dos “biscoitos finos” de que tanto falava o grande Oswald de Andrade – para criar um espetáculo como MULTIVERSOS. Que mostra ao público – de um jeito, a um só tempo, denso e delicioso – que um show de música pop pode ser muito mais do que apenas mero entretenimento; e que a poesia está muito longe de ser uma cristaleira intocada no ponto mais alto da estante." ( Marcelo Montenegro ).
 

Comentários